16 outubro, 2008

ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE SÃO FRANCISCO DO SUL

Caros Colegas Acadêmicos e Imortais,
Ontem, ao conhecê-los melhor, tive a certeza de que estou
entre pessoas especiais. Histórias de vidas, ligadas às artes e à literatura, de fazer “cair o queixo” da maioria dos “mortais”, foram recolhidas pelo meu coração, quais flores desta estação.
A primavera proporciona esta colheita, que é divina não só porque imortalizam as pessoas, que desde sempre são divinas e imortais, mas porque conecta a todos, e não por acaso, às expressões e impressões mais sublimes do Universo: o Amor.
O Amor pelas palavras, pelas cores, pelos gestos, pela música...
Pela arte de fazer outras pessoas felizes através de um dom.
Faço um brinde à Academia de Artes e Letras de São Francisco do Sul, que já nasceu sublime, e agradeço aos imortais, encantadores de almas, por permitir a minha passagem neste recinto de magnânimos, que será
inspiração para toda a vida.
E começo por agora: NA PRIMAVERA Colho entre os lírios as almas Que me confortam, Acolhem, Espelham. E em meio ao vôo das gaivotas Me entrego e aspiro... Sou mais uma, Somada às notas do eterno. Guardo, entre sonhos e louros, Todas as vidas, Todos os amores. Assim, sendo imortal, Nada perco, nada perece, Tudo são músicas, palavras, gestos e cores.
Aos meus queridos colegas Acadêmicos, o abraço fraterno, e que O Arquiteto do Universo nos inspire a bem-querença, dias de satisfações e realizações do nosso mais concreto sonho.
Da colega Acadêmica e, quem diria, também Imortal, Renata L. C.
São Francisco do Sul, 15 de outubro de 2008 - Primavera.

Um comentário:

Scrap Point disse...

Ficou muito bonito mesmo!! Tem que ter dom!!!